25
abr
08

Esperanças e Dívidas

Em 2003, atolado em dívidas, o Flamengo assistiu à cena constrangedora dos jogadores gritando por dinheiro ao ritmo de Ivete Sangalo no vestiário da Gávea. Àquela altura, o atraso chegava a quase quatro meses. Pouco menos de cinco anos depois, os investimentos aumentaram, a folha salarial está bem mais robusta, mas os problemas financeiros herdados se acumulam.

São seguidas derrotas na Justiça para ex-funcionários. Recentemente, o apoiador Evandro Chaveirinho – famoso pela baixa estatura e não pelos gols que fez no Fla – ganhou uma bolada de quase R$ 1 milhão. As dívidas são quitadas em penhoras que imobilizam todas as receitas do clube. De mãos atadas, o departamento de futebol procura a “criatividade” para manter um elenco caro, que custa mais de R$ 3 milhões por mês – incluindo os encargos.

A FlaTV foi uma das alternativas. Mas, por enquanto, o projeto está na fase de maturação no mercado, e ainda não engrenou. O vice-presidente de futebol do clube, Kléber Leite, é o principal entusiasta da idéia, mas o presidente do clube, Marcio Braga, pede paciência.

Kléber é um grande vendedor. Ele falou que iria fazer e arrebentar. Mas eu e o pessoal do marketing sabemos que não é bem assim. Essa receita é mais para frente – diz o presidente.

Na linha das soluções a curto prazo para obter receitas está também a “fatia” do elenco com cotas à venda de 2% de todos os jogadores por € 1 milhão (cerca de R$ 2,6 milhões). De acordo com o jornal “O Globo”, o Flamengo praticamente fechou a venda de três parcelas para investidores (MFD, Traffic e Eduardo Uram).

Marcio Braga admite que atualmente o Flamengo opera em déficit, mesmo com um orçamento anual de R$ 100 milhões em receitas. Porém, a expectativa é de que a arrecadação suba para R$ 150 milhões em 2009.

Operamos no vermelho neste ano porque temos mais compromissos do que receitas. Temos este problema gravíssimo com a Nike e uma oferta de R$ 20 milhões (da Olympikus) que triplicaria esta receita. Também comecei a negociar com a Petrobras e pretendo um aumento a preço de mercado. Em 2009, vamos começar a operar com superávit – afirma o mandatário.

Sem receber, zagueiro Rodrigo pede para sair

Recentemente, o empresário do zagueiro Rodrigo, Giuseppe Dioguardi, esteve no Rio para agilizar o pagamento dos direitos de imagem ao atleta. Recuperando-se de uma fratura no braço, o defensor está negociando a sua saída do clube.

A preocupação com a questão salarial aumentou depois da notícia de que o principal patrocinador antecipou metade da verba anual para o Fla. A Petrobras pagou R$ 8,1 milhões, mas mesmo assim as dívidas com os atletas não foram solucionadas. No momento, o atraso chega a um mês, fora algumas premiações. Ruim, mas nada assustador, segundo o presidente rubro-negro:

Quando cheguei aqui, em 2004, não tínhamos nem talão de cheque. Agora temos talão e crédito. Vamos colocar o Flamengo no patamar que merece.

Anúncios

0 Responses to “Esperanças e Dívidas”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


abril 2008
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Categorias

RSS Flamengo no GloboEsporte.com

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Indicamos

Acessos desde 10/2007

  • 457,825 flamenguistas

Visitantes Agora

web stats

Aniversário do Blog

Preço do Blog


My blog is worth $9,032.64.
How much is your blog worth?


%d blogueiros gostam disto: