16
mar
08

[Resenha GloboEsporte.com] Flamengo x Botafogo

bot_fla.jpgNo primeiro encontro após a emocionante e polêmica final da Taça Guanabara, o Botafogo deu o troco e venceu o Flamengo por 3 a 2, neste domingo, no Maracanã, pela 4ª rodada do segundo turno do Campeonato Carioca. Wellington Paulista, Zé Carlos e jorge Henrique marcaram os gols alvinegros. Léo Moura e Thiago Salles descontaram.

O triunfo ainda não teve o gosto de revanche para o Botafogo, mas serviu como um aperitivo. Com a cabeça no duelo contra o Nacional, do Uruguai, pela Libertadores, o Flamengo entrou em campo com apenas quatro jogadores em relação ao time que venceu a final da Taça Guanabara: Bruno, Leo Moura, Jaílton e Toró. Mesmo assim a torcida alvinegra aproveitou para dar a resposta ao “chororô”, provocação rubro-negra após a final da Taça Guanabara, e cantou na arquibancada a música que surgiu na vitória sobre o Volta Redonda durante a Taça Rio: “tu és, time de fanfarrão, ganha metendo a mão, que papelão… eu, nunca me calarei, onde estiver gritarei, pega ladrão”. A vitória também serviu para acabar com um tabu que durava 15 jogos. O Botafogo não ganhava do Flamengo desde 2004. Eram sete derrotas e oito empates no período.

Com o resultado, o Botafogo segue na cola do Vasco na briga pela liderança do Grupo B. Os dois times têm 12 pontos e 100% de aproveitamento na Taça Rio. Mas o time cruzmaltino leva vantagem no saldo de gols: 13 contra 8 do Botafogo. Já o Flamengo passou para o segundo lugar no Grupo A com nove pontos. O Fluminense, que no sábado venceu o Americano, assumiu o primeiro lugar com dez pontos.

Na próxima rodada da Taça Rio, o Flamengo enfrenta o Cabofriense, no sábado, às 16h, no Maracanã. Já o Botafogo encara O primeiro lance perigoso foi do Flamengo com Toró. O meia arriscou um chute da entrada da área e o goleiro Castillo defendeu bem no canto esquerdo. A resposta alvinegra veio em seguida com Wellington Paulista. O atacante recebeu na área e, mesmo com pouco ângulo, arriscou o chute. Bruno espalmou para escanteio.

Aos 15 minutos, o Botafogo teve outra boa oportunidade. Cruzamento para a área e Alessandro cabeceou para fora com perigo. O Alvinegro jogava melhor e Jorge Henrique reclamou de um pênalti após ser derrubado por Egídio. O árbitro Marcelo de Souza Pinto não marcou nada. Mas o gol sairia minutos depois. Após uma dividida na entrada da área, Gavilán deu uma bobeira e, de carrinho, Jorge Henrique conseguiu tocar na bola. Ela sobrou limpa para Wellington Paulista na área, que deslocou o goleiro Bruno com um chute rasteiro no canto direito e fez 1 a 0 para o Botafogo.

Após sofrer o gol, o Flamengo passou a buscar mais o ataque. Renato Augusto fez boa jogada e chutou após entrar na área. O goleiro Castillo defendeu com o pé. Na sobra, o meia rubro-negro ainda tentou nova finalização, mas a bola bateu na defesa e foi para escanteio.

Como a polêmica não poderia ficar fora de mais um Botafogo e Flamengo… Bola ao alto no meio-campo após o árbitro parar a partida para o atendimento de Renato Augusto. O alvinegro Túlio avisa que vai devolver a bola aos rubro-negros. Após o árbitro largá-la no chão, o volante dominou e, no momento que ia chutá-la para os zagueiros do Flamengo, foi surpreendido por Toró. O meia chegou com rapidez e roubou a bola. Túlio segurou o meia rubro-negro, que partia rápido para o ataque. O alvinegro recebeu o cartão amarelo e ficou reclamando com o árbitro. O Flamengo cobrou a falta e Renato Silva derrubou Obina na área. Pênalti! Os alvinegros reclamaram. Léo Moura pega a bola e cobra bem para empatar a partida aos 39 minutos. Na comemoração, o lateral fez com as mãos um coração em homenagem à namorada e cantora Perlla, que estava no Maracanã.

O empate não abalou o Botafogo. No último minuto do primeiro tempo, Lucio Flavio foi derrubado na área por Jaílton. Pênalti! Zé Carlos cobrou muito bem no canto direito deslocando o goleiro Bruno, que nem pulou. Botafogo 2 a 1. E a primeira etapa terminava com Túlio reclamando de Toró.

Foi uma vergonha o que aconteceu. Eu falei para ele que iria chutar a bola para o Bruno. E ele fez isso. Não tem fair play
Túlio sobre a bola ao alto com Toró antes do gol rubro-negro

Clima esquenta e Flamengo tem dois jogadores expulsos

O segundo tempo começou agitado. Aos dois minutos, Toró fez o gol de empate ao driblar o goleiro Castillo. Mas o árbitro Marcelo de Souza Pinto marcou impedimento corretamente e anulou o gol. Mas o nervosismo da torcida alvinegra durou pouco. Aos sete minutos, Jorge Henrique apareceu bem na área e aproveitou o cruzamento de Wellington Paulista. O atacante cabeceou no canto direito de Bruno para fazer o terceiro gol do Botafogo. O goleiro rubro-negro nem chegou a pular.

O quarto gol quase saiu pouco depois em uma jogada muito parecida. Jorge Henrique apareceu nas costas de Egídio e cabeceou. Só que Bruno conseguiu espalmar para escanteio e fez uma defesa difícil. O Botafogo estava mais organizado em campo e chegava com facilidade ao ataque. Diguinho arriscou um chute da intermediária e o goleiro Bruno se esticou para alcançar a bola que foi no ângulo esquerdo.

O técnico Joel Santana resolveu arriscar e colocou Marcinho e Maxi no time. Aos 24 minutos, falta perto da área do Botafogo. Após o cruzamento de Egídio, Thiago Salles cabeceou e fez o segundo gol do Flamengo. O goleiro Castillo correu para buscar a bola na rede junto com quatro rubro-negros. E uma confusão novamente aconteceu lembrando a cena da final da Taça Guanabara. Mas desta vez nenhum jogador foi expulso.

O clima estava quente. Em um lance na lateral, Jorge Henrique sofreu uma entrada mais forte de Egídio. Jônatas chegou empurrando e reclamando e a confusão começou novamente. Empurra-empurra em campo e desta vez o árbitro expulsou Jônatas. Pouco depois Obina deu um carrinho em cima de Lucio Flavio e também foi expulso. A torcida alvinegra cantava “timinho” na arquibancada. E o futebol foi esquecido. No final, a merecida vitória do Botafogo.

BOTAFOGO 3 x 2 FLAMENGO
Castillo
Alessandro
Renato Silva
Andre Luis
Triguinho (A. Felício)
Túlio (Eduardo)
Diguinho
Lucio Flavio
Zé Carlos (Wellington Jr.)
Jorge Henrique
Wellington Paulista
T: Cuca
Bruno
Leo Moura
Leonardo
Thiago Sales
Egídio
Gavilán (Léo Medeiros)
Jaílton (Marcinho)
Jônatas
Toró
Renato Augusto (Maxi)
Obina
T: Joel Santana
Gols: Wellington Paulista aos 22; Léo Moura aos 39; e Zé Carlos aos 46 minutos do primeiro tempo; Jorge Henrique aos 7; Thiago Salles aos 24 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Jaílton (Flamengo); Jorge Henrique, Túlio, Andre Luiz e Triguinho (Botafogo)
Cartões vermelhos: Jônatas e Obina (Flamengo)
Árbitro: Marcelo de Souza Pinto (RJ)
Auxiliares: Beival do Nascimento Souza (RJ) e Vilmar Raul (RJ)
Data: 16/03/2008
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Público: 21.010 pagante
Renda: R$ 296.733,00
Anúncios

6 Responses to “[Resenha GloboEsporte.com] Flamengo x Botafogo”


  1. 4 Beatriz
    18 de abril de 2010 às 5:51 pm

    olá por que o confronto do flamengo contra o bota fogo descontrolou

  2. 18 de abril de 2010 às 5:53 pm

    olá por que o confronto com flamengo e o bota fogo se descontrolou


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


março 2008
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Categorias

RSS Flamengo no GloboEsporte.com

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Indicamos

Acessos desde 10/2007

  • 455,781 flamenguistas

Visitantes Agora

web stats

Aniversário do Blog

Preço do Blog


My blog is worth $9,032.64.
How much is your blog worth?


%d blogueiros gostam disto: